xitizap # 47

Kariba cheia

acelerações

pontos de vista

 

notas sobre um debate

 

Há dias, e a convite da TIM (Televisão Independente de Moçambique), publicamente troquei algumas opiniões com o Director Nacional de Electricidade do Ministério da Energia de Moçambique.

 

Sem querer maçar-vos com fastidiosas conversas, que aqui e ali foram algo fiadas, direi apenas que saí do encontro sem que algo de novo haja enriquecido as minhas anteriores perspectivas quanto a mercados eléctricos, preços-custos-e tarifas, elefantes Zambeze e geo-segurança de fornecimentos, HVDC e uma Cesul 765 kV aparentemente de volta ao circo 400 kV, planos-projectos-e-wishful thinking … e quanto ao Bazzlek também.

 

De novo-novo, realmente novinho, fiquei é a saber que, nos dias que correm, o calendário oficial das novas capacidades geradoras passou a ser encabeçado por uma central a carvão em Moatize (500 MW expansível a 2000) e uma outra central - gás natural –geograficamente 1500 km a Sul de Tete (Moamba, 700 MW).

 

 

josé lopes

 

julho 2009

 

ps – quando a TIM me disponibilizar um prometido DVD deste programa, tentarei colocá-lo online.