Atenção, Muita Atenção

 

a três meses das novas chuvas no Zambeze, a barragem de Kariba está anormalmente cheia!

 

 aprox. 92% do máximo encaixe, 85% do reservatório útil … mais 14% do que em 2008 segundo a ZRA (jul 5, 2009).

 

Como toda a gente sabe, Kariba, como estrutura que cascateia Cahora Bassa, não está barragem que inspire confortável confiança:

 

(i) nem ao nível da (in)segurança hidrológica que o seu actual condicionamento hidromecânico potencia, em particular se coincidindo com eventuais restrições a jusante (tipo reparação de descarregadores em progresso na HCB, p.e.),

 

(ii)  nem ao nível das sismicidades induzíveis por estes acelerados, mas tecnica e economicamente mal-explicados, enchimentos do reservatório Kariba (recorde-se que, de 478 em Fevereiro 2007, a cota passou para 486.72 em Julho 2009 - ou seja, uma atipicamente rápida onda de peso (biliões de toneladas de água) a pressionar um sistema que se sabe estar sismicamente activo.

 

 

photos by: sokwanele.com

estado de algumas peças  ...

Kariba

 

 

 

 Kariba - um alerta SIR

 

A albufeira de Kariba foi criada e desenhada para operar entre os níveis 475.50 m e 488.50 m – com 0.70 m de bordo livre em qualquer altura.

Em Julho 5, a Zambezi River Authorithy (zaraho.org.zm) reportava uma cota de 487 m.

 

A área à volta do Lago Kariba faz parte do Sistema leste do African Rift do Vale do Médio-Zambeze (EARS-MZV) e é geralmente associada com uma rede de falhas (fig.).

 

Antes da formação deste enorme lago artificial, a frequência e magnitude dos tremores de terra na zona influenciada pelo Lago Kariba sempre foram baixas – magnitudes normalmente abaixo de 4. Contudo, à medida que a albufeira se foi enchendo, um súbito aumento de actividade sísmica passou a ser registado na zona – e automaticamente. Foi quando Kariba se tornou um notório caso SIR (Sismicidade Induzida por Reservatórios - no caso hidroeléctrico).

Text Box: Kariba

Cahora Bassa

xitizap # 47

Kariba cheia

acelerações

pontos de vista