Titanopólio 2009 - a metros do fim

 

E se os ventos já lhe corriam de feição, tudo se conjugava para que o futuro de Tough Irish Mare pudesse vir a ser ainda mais brilhante – era pelo menos o que prenunciava o recente reforço técnico da equipa com duas sumidades das areias pesadas.

 

Muito experientes neste tipo de pistas índicas (como Iluka e Richards Bay), os novos treinadores do potro de Moma trar-lhe-iam muita tarimba em tecnologia e operações titaníferas, para além de mais educação no trato com comunidades e desenvolvimento local.

 

Não havia por isso razões para que, a metros do fim, se alterassem as regras de Titanopólio – em particular porque os reports meteorológicos sobre a tempestade que ainda se formava no Canal de Moçambique cada vez mais sugeriam uma tempestade business-as-usual.

 

Assim, para o cavalito de Moma, por agora, o importante era atingir o galope nominal nos pastos de ilmenite sem que se menosprezasse a nova pirataria - só assim se poderia chegar aos diamantes marinhos.

 

josé lopes

 

abril 2009

 

parte 1 - galopes índicos 2009

 

parte 2 - trotes e motes

xitizap # 45

galopes índicos 2009

trotes e motes

a metros do fim

titanium - custos e preços

custos de pirataria

soltas