Mbuzini, 19 Outubro 1986 Tupolev 134 caído

foto Kok Nam

Daniel Maquinasse, NO Nguyen Giap, Kok Nam no Vietnam, foto-flash por Marcelino dos Santos com a câmera do Kok

 

Daniel Maquinasse,

 

era um fotógrafo moçambicano que morreu aquando da queda do Tupolev 134 em que também pereceu Samora Machel e muitos outros moçambicanos.

Em Mbuzini, 19 Outubro 1986.

 

Nascido em Manica (11 Novembro 1946), Daniel Maquinasse era ainda muito jovem quando se juntou à Frelimo pouco anos após o início da luta armada pela independencia de Moçambique.

 

E porque cedo Daniel Maquinasse compreendeu a importância da imagem na guerrilha, por volta de 1965/6 uma camera Nikon passou a acompanhá-lo, a par da AKM.

 

Tornou-se então o foto-reporter da Frelimo

E, após a independência de Moçambique (1975), seria o fotografo oficial do Partido-Governo.

 

As imagens da Nikkormat que Daniel Maquinasse usava quando caíu naquele fatídico voo parecem-me imbuídas de uma dignidade que, para além da espantosa resistência da máquina, revelam um Homem - e um fotografo.

 

Estas imagens só são possíveis porque Kok Nam - um outro guerrilheiro da imagem - recolheu a Nikkormat de Daniel Maquinasse pouco tempo depois de chegar aos destroços do avião. Ainda hoje essa Nikkormat conserva as areias de Mbuzini.

xitizap # 15

proliferação nuclear

lenha a $ 80

mozal micoa

nikkormat

arquitectura 9/11

340ml Moçambique

links & downloads