farmo - culturas

xitizap # 14

olimpíadas de inverno

este ou oeste ?

geodínamo

Text Box: farmo - culturas

links & downloads

 

farmo-culturas

 

Desde há tempos que a biotecnologia manipula genes para produzir fármacos - e vírus.

 

Supostamente, tudo se confinava a ambientes laboratorialmente controlados - incluindo o processamento industrial. Mas recentes notícias dão conta que alguns cientistas europeus se preparam para escancarar as portas dos laboratórios com um patrocínio de Euro 12 milhões da União Europeia (EU).

 

Invocando razões económicas, os novos aladinos pretendem agora cultivar fármacos e vacinas em plantas - e em campo aberto.

 

Considerando a socio-geografia dos seus mercados-alvo - HIV, tuberculose, difterias -, a escolha do milho, bananas e tabaco como hospedeiros dessas vacinas é de uma lógica arrepiante.

 

Tal como a escolha da África do Sul como cobaia para os primeiros testes europeus.

xitizap # 14         agosto 2004

 

Plantas geneticamente modificadas

serão usadas na criação de Vacina anti HIV/SIDA

 

por Steve Connor

Science Editor, The Independent – UK

 

Plantas GM estão prestes a ser usadas no cultivo de vacinas contra raivas e SIDA, anunciaram alguns cientistas. A primeira experimentação de campo da Europa deverá ocorrer na África do Sul devido a receios quanto a vandalismos sobre esse tipo de culturas em Inglaterra - foi anunciado recentemente.

 

leia artigo na íntegra

 

Racismo ambiental ?

 

na sequencia da publicação do artigo de Steve Connor, o Mail & Guardian (July 21, 2004) investigou a ligação sul-africana - e os propósitos de vários actores. Leia "Furor sobre uma vacina mutante - e anti SIDA".

 

 

“Cheira a racismo ambiental re-localizar o projecto na África do Sul porque na Europa os activistas destruirão as culturas GM. Lutaremos contra isso.”

 

leia artigo na íntegra

 

Direito de Resposta

 

ao artigo

 Furore over  'mutant' Aids vaccine

no mail & guardian july 21

 

por Ed Rybicki

membro do Plant-Based Vaccines Group

 

leia artigo na íntegra